terça-feira, 13 de julho de 2010

Oscar 1981 - Brubaker / A Recruta Benjamin


Se nos dias de hoje surgisse uma notícia de que um filme de prisão foi indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original, poderia até parecer uma piada. Nada contra filmes desse tipo, mas o que teria de tão original nesse roteiro? Já é um gênero tão desgastado. Bem, isso nos dias atuais, porque em 1981 isso realmente aconteceu: Brubaker, filme cuja trama se passa dentro de uma prisão, acabou sendo indicado na categoria de Melhor Roteiro Original.

No longa, dirigido por Stuart Rosenberg e protagonizado por Robert Redford, Warden Henry Brubaker é um dos mais novos “moradores” de uma prisão localizada no interior. Quando chega ao local, percebe que os presidiários não são tratados como deveriam; os direitos humanos são completamente ignorados pela direção e funcionários. Mais tarde, cansado de ver as barbaridades que acontecem com os presos, Brubaker acaba revelando que, na verdade, é o novo diretor do presidio e que tem como meta reformar todo o sistema do local.

Produzido por Ron Silverman, Brubaker ainda traz em seu elenco Morgan Freeman e Nicolas Cage, que não passa de um figurante que nem ao menos foi creditado (esse foi seu primeiro filme).

Comparado com alguns dos outros indicados nessa 53ª edição do Oscar, Brubaker pode até não ser lá essas coisas, mas, levando em consideração que é um filme de prisão, ele até que consegue apresentar uma certa originalidade em seu roteiro.

INDICAÇÃO:

  • Melhor Roteiro Original
-------------------------------------------------------------------------------------------------

Private Benjamin - nome original - é um filme de comédia que teve umas das melhores bilheterias em 1980. Protagonizado por Goldie Hawn (A Morte lhe Cai Bem e Doidas Demais), o longa mostra o que acontece quando uma mulher judia se junta ao exército americano após a morte do marido.

Dirigido por Howard Zieff (do clássico "Meu primeiro Amor") e roteirizado por Nancy Meyers e Harvey Miller, o longa sempre figura nas listas de filmes mais engraçados do cinema.

O sucesso foi tanto que, além de receber três indicações ao oscar (melhor atriz, melhor atriz coadjuvante e melhor roteiro original), A Recruta Benjamin acabou virando uma série de TV um ano após seu lançamento.

Trinta anos depois “A Recruta Benjamin” pode conquistar o público novamente: Ainda esse ano será lançado um remake do filme, onde Anna Faris ( Todo Mundo em Pânico) interpreta a personagem titulo. Será que vai dar certo dessa vez?

INDICAÇÕES:
  • Melhor Atriz
  • Melhor Atriz Coadjuvante
  • Melhor Roteiro Adaptado



2 comentários:

LuEs disse...

Não entendo o porquê de fazrem tantos remakes. Gloria, Fame, Private Benjamin. Veremos também remakes de Touro Indomável e O Homem-Elefante? OH!

Dave Coelho disse...

Olha que coisa engraçada... O filme do Redford, eu conheço. Mas Recruta Benjamin sempre me chamou atenção pelo poster. A exrpressão da Goldie Hawn faz parecer um daqueles dramas de guerra. Aí eu leio 'comédia'. Tive que reler: COMÉDIA? haha
Ó lá: 'The Army was no laughing matter until Judy Benjamin joined it'.
Jamais classifique um filme pela capa. hahaha Quer ver isso.

Abração à equipe.

diHITT - Notícias